Ter um blog ou uma página no Facebook? Eis a questão!

Ter um blog ou uma página no Facebook? Eis a questão!

Ao tomar a decisão de fazer marketing de conteúdo, muitas empresas se deparam com a dúvida entre criar um blog ou utilizar outros meios como uma página empresarial no Facebook ou até mesmo um novo canal como Medium ou Pulse (LinkedIn), que são plataformas livres de publicaçã de conteúdo.
A dúvida é bem comum e, à primeira vista, parece fazer todo sentido criar a sua página em um ambiente que vá envolver menos custo de desenvolvimento, de manutenção e sobre o qual, provavelmente, você tem controle – além do fato de 46% de toda internet possuir um perfil na rede social (Facebook).
Porém, se analisarmos os potenciais ganhos de uma estratégia de marketing de conteúdo, os benefícios da rede social perdem força e começam a ser vistos mais como meio do que fim. Explico…

1. Criar um ativo próprio e independente

Ao criar perfis em redes sociais, você está “alugando” o terreno de terceiros, o que basicamente significa que você estará sujeito às regras do mesmo e apostando que aquela mídia continuará crescendo e se expandindo em termos de usuários/negócios. O problema é que você estará à mercê desta mídia, com pouco ou nenhum controle sobre o seu futuro.
Ao contrário disso, ao criar um blog e colocá-lo no subdomínio do seu site, você estará investindo na criação de uma mídia própria e independente, possuindo total controle sobre o seu futuro!
Como o Henrique Carvalho (Viver de Blog), colocou muito bem: você prefere alugar o terreno dos outros ou ter a casa própria?

2. Gerar tráfego para o seu website

Mesmo que este não seja o seu objetivo primário, o número de visitantes do site (tráfego) está entre as métricas acompanhadas por todas as empresas que dão o mínimo valor a métricas e dados.
Se pensarmos na maneira pela qual pessoas encontram um negócio na web, chegamos a poucas opções:
a) Digitar a sua URL (Ex. www.seunegocio.com).
b) Comprar um mailing pronto e SPAM neles!
c) Utilizar mídias pagas (Adwords, FaceAds, LinkedIn Ads, etc.).
No ponto a, você está atingindo uma audiência que já lhe conhece, no ponto b, você estará utilizando práticas ilegais e no ponto c, você estará aumentando seu custo significativamente, além de não criar uma estratégia duradoura (acabou o budget, acabou o tráfego).
Agora, como atingir uma audiência que ainda não lhe conhece? Como ser encontrado por quem não sabe o nome da sua empresa?
O blog o ajudará nesses aspectos! Você terá mais materiais para serem compartilhados nas suas redes sociais (ou você pensa em atualizar e compartilhar a página “sobre nós” semanalmente?), mais páginas indexadas em mecanismos de buscas (frequência de atualização, número de visitas e tempo de permanência são critérios de ranqueamento) e mais termos indexados no seu domínio (você será encontrado por buscas além do nome do seu negócio).

3. Converter tráfego em leads

Todo blog post é uma nova oportunidade de conversão. Gerar um lead é basicamente identificar um visitante (em outras palavras, quando falamos em tráfego, temos um número cheio – 10k visitas – e quando falamos em leads, temos um nome/email/telefone – Maria leu o conteúdo X. Na Contentools, quase todos os posts possuem um CTA (Call-to-action) para uma ação de conversão, seja baixar um ebook, um white paper, se inscrever para um webinar, ter acesso prévio a um lançamento, etc.

4. Resultados duradouros, sustentáveis e de longo prazo

Se você está buscando resultados pontuais e imediatos, talvez mídias pagas sejam mesmo a melhor opção. Porém, se você quer o seu negócio independente de outros e com uma estratégia previsível (sei que ao publicar X conteúdos/semana aumento meu trafego em y%), sustentável (o meu custo por vistante/lead/opp diminui ao longo do tempo) e de longo prazo (um blog post bem ranqueado tende a gerar resultados por um longo período de tempo e não apenas na sua publicação – aliás, pesquisas indicam que a 90% das visitas de um post acontece nos meses seguintes à sua publicação), ter um blog é a melhor opção.

5. Estabelecer autoridade

O processo de compra mudou e com isso o poder passou da mão do vendedor para a mão do consumidor. O acesso à informação ficou democrático, a comparação de preços está a poucos cliques e o seu negócio não compete mais com a loja do bairro e sim com o mundo todo.

Ao publicar conteúdos informativos e educativos, você está se aproximando de potenciais consumidores sem necessariamente falar a respeito do seu produto e/ou serviço. A consequência disso é que, além do seu negócio ser visto como uma autoridade no assunto – que não está apenas buscando vender, mas compartilhar informações úteis e de valor gratuitamente –, você estará criando um relacionamento com os potenciais consumidores, mesmo antes deles estarem prontos para tomar uma decisão de compra – e consequentemente gerando confiança (dois aspectos fundamentais em vendas b2b).
Existem vários outros benefícios de se ter um blog ao invés de um perfil em uma rede social, mas acredito termos listado acima os pontos de maior impacto direto no desempenho do seu time de marketing & vendas.

Ficou em dúvida sobre como criar, hospedar e gerenciar um blog, a SRVFLORIPA possui planos específicos para essas necessidades.

About the Author

Leave a Reply

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow